home Agronegócio MAPA OFICIALIZA GRUPO DE TRABALHO PARA DISCUTIR MELHORIAS NO PROGRAMA PROGRAMA DE SUBVENÇÃO AO PRÊMIO DE SEGURO RURAL

MAPA OFICIALIZA GRUPO DE TRABALHO PARA DISCUTIR MELHORIAS NO PROGRAMA PROGRAMA DE SUBVENÇÃO AO PRÊMIO DE SEGURO RURAL

Ao todo são 10 entidades do setor, dentre elas a Associação Nacional dos Distribuidores de Insumos Agrícolas e Veterinários – ANDAV

 

Criado em julho deste ano, o Grupo de Trabalho do Programa de Subvenção ao Prêmio de Seguro Rural acaba de ser oficializado pelo MAPA – Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento por meio da Portaria 245, de 16 de novembro de 2016. A união de importantes setores do agronegócio tem como objetivo dar sequência as propostas de novas alternativas para o aprimoramento de atuação do governo federal no âmbito do Programa de Subvenção ao Prêmio do Seguro (PSR) e para a expansão do mercado de seguro rural no Brasil. “O trabalho do Grupo é o de buscar um caminho que viabilize o seguro agrícola no país, onde se possa envolver governos federal, estadual, municipal e também obter o envolvimento dos agentes das cadeias produtivas, de forma a promover a expansão do seguro no país de forma que e que viabilize todo o elo do agronegócio envolvido, comprometido e participando deste projeto de gestão de risco no campo”, analisa Geraldo Mafra, executivo da ANDAV em Brasília.

Ainda segundo Mafra, o momento atual do trabalho é definido como uma segunda fase do Grupo, pois já foi entregue um relatório ao Ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Blairo Maggi, onde foram identificados vários pontos de recomendações e de possibilidade de atuação do governo. “Nessa nova etapa serão formuladas propostas efetivas ao MAPA, de forma que se possam ser viabilizadas e implementadas”, completa.

O Grupo de Trabalho do Programa de Subvenção ao Prêmio de Seguro Rural está constituído por entidades que tem envolvimento no agronegócio, composta pela  Associação Brasileira dos Produtores de Milho (ABRAMILHO), Associação Nacional dos Distribuidores de Insumos Agrícolas e Veterinários (ANDAV), Associação Nacional para Difusão de Adubos (ANDA), Associação Nacional de Exportadores de Cereais (ANEC), Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais (ABIOVE), BM&FBOVESPA, Federação Nacional das Empresas de Resseguros (FENABER), Federação Nacional de Seguros Gerais (FENASEG),  Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (MAPA), Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB),  Sindicato Nacional da Indústria de Produtos para Defesa Vegetal (SINDIVEG) e Instituto Pensar Agro (IPA).

A Portaria ainda indica, no artigo 3º, que o Grupo terá 90 dias para apresentar a sua proposta. “Precisamos identificar uma solução viável para a gestão de risco no campo, que não se resumo somente no seguro, mas que, com este trabalho, possamos ter outros que apresentem propostas para o governo, as quais possam viabilizar alternativas para a reduzir os riscos do agronegócio brasileiro”, finaliza Mafra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *