home Soja Focos de ferrugem asiática em vários estados produtores apontam tendência de avanço da doença

Focos de ferrugem asiática em vários estados produtores apontam tendência de avanço da doença

Para equipe técnica da empresa DuPont, a adoção de medidas preventivas como o monitoramento de lavouras é fundamental neste momento da safra

 

O Consórcio Antiferrugem, da Embrapa, já identificou este ano vários focos da ferrugem asiática, nos Estados de São Paulo, Paraná, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. Segundo especialistas da área técnica da DuPont Proteção de Cultivos, a possível presença do fenômeno La Niña ao longo da safra – entre outras intervenções climáticas previstas para as regiões de soja nos próximos períodos – sinaliza que a doença deverá evoluir rapidamente no ciclo 2016-17, e atingir um número elevado de áreas de cultivo.

Segundo os engenheiros agrônomos da DuPont, a experiência das últimas safras revelou que o monitoramento de lavouras e a aplicação de fungicidas específicos trouxeram resultados superiores em produtividade, qualidade da colheita, rentabilidade e na relação custo-benefício do tratamento da ferrugem asiática.

Ainda de acordo com esse grupo de profissionais, outra medida indispensável ao enfrentamento da ferrugem na safra em andamento será a adoção, pelo produtor, de práticas de manejo de resistência aos fungicidas. Os agrônomos da DuPont explicam que a aplicação alternada de diferentes grupos químicos na sojicultura, mantém a suscetibilidade do fungo causador da ferrugem às tecnologias em linha para o controle químico da doença.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *