home Suíno Fazenda mato-grossense é premiada por iniciativas inovadoras da produção suinícola

Fazenda mato-grossense é premiada por iniciativas inovadoras da produção suinícola

A Fazenda Lucion, localizada no município de Vera (MT), foi uma das sete eleitas como referência em iniciativas inovadoras da produção rural do estado na 2ª edição do Prêmio Sistema Famato em Campo. Atualmente, a fazenda Lucion conta com um plantel de aproximadamente 17 mil matrizes, produzindo genética e animais de corte que são comercializados no frigorifico da família. As propriedades de maior destaque receberam o troféu, sendo que as três mais pontuadas foram selecionadas para participarem de uma Missão Técnica na Europa em 2017.

Situada a pouco mais de 15 km do perímetro urbano de Vera, a propriedade é conhecida na região norte do estado pela grandiosidade da estrutura que agrega a criação de suínos. A propriedade oferece estrutura para abate, laboratório para coleta de sêmen, sítios, conversores de milho e soja em ração e biodigestores para tratamento dos resíduos e transformação em energia.

Na fazenda existem 14 biodigestores em um espaço de área irrigada com o biofertilizante. A produção de energia por meio do biogás é de 70% a 80%. A energia gerada é abatida em 50% do consumo do frigorifico da família, localizada em Sorriso-MT.

O plantel é dividido em sítios que agregam os animais desde a fase inicial até a terminação. As fêmeas passam por processo de seleção que determina se serão para reprodução ou comercialização. A inseminação artificial também é feita em laboratório próprio, com a genética dinamarquesa Danbred.

Segundo o coordenador técnico da propriedade, Jonas Steffanello, as atividades agropecuárias da família Lucion estão bem alicerçadas como modelo de diversificação vertical que vai desde a produção de alimentos para suínos, até abate e comercialização. “A fazenda tem um ciclo completo, no centro sustentável os dejetos suínos são armazenados nos biodigestores que geram o biogás transformando em energia elétrica”, explicou. 

Os proprietários da família Lucion, suinocultores natos de Aberlado Luz, em Santa Catarina, preparam a estrutura para cada estágio da produção dos suínos na fazenda com veterinários, nutricionistas e administradores. A exploração da agricultura na propriedade é caracterizada, sobretudo, como atividade-meio, considerando que praticamente toda a produção de grãos, soja e milho é destinada à fabricação de ração, utilizada na alimentação do plantel. 

Na agricultura é feita a fertiirrigação com seis pivôs, onde são feitos plantio de soja, milho e feijão. O feijão é vendido no comércio local, a soja e o milho são utilizados na fábrica de ração. A produção de milho supre 50% da demanda da fábrica e 100% da soja produzida na fazenda é utilizada na troca por farelo de soja e uma parte é esmagada na própria fazenda para a produção de farelo.

Steffanello disse que o objetivo da família Lucion em participar do Prêmio Sistema Famato em Campo foi compartilhar conhecimento e mostrar que a integração da suinocultura com a agricultura é rentável. “Estamos de portas abertas para uma vasta troca de experiências e para mostrar nossos erros e acertos”, apontou Steffanello. 

 

Fonte: Suinocultura Industrial com informações Famato