home Agricultura Dow AgroSciences lança Programa de Aplicação Responsável para Hortifruti

Dow AgroSciences lança Programa de Aplicação Responsável para Hortifruti

O programa, que também realiza treinamentos em grandes culturas, cana-de-açúcar, campos de produção de sementes e agricultura familiar, reforça a qualidade e segurança na aplicação de defensivos

O Programa de Aplicação Responsável da Dow AgroSciences realiza, pela primeira vez, treinamentos voltados à cultivos de Hortifruti. Com início previsto para o final de novembro, os eventos serão realizados nos municípios de São Gotardo e Sacramento, em Minas Gerais. Esta é uma novidade do projeto para este ano, que realiza treinamentos, desde 2010, e já treinou quase 15 mil profissionais do campo sobre a importância das boas práticas agrícolas, com foco nos conceitos de tecnologia de aplicação.

O projeto, que é um dos pilares de Boas Práticas Agrícolas da empresa, foi desenvolvido em parceria com a Universidade Estadual Paulista (UNESP) de Botucatu, com o intuito de promover a responsabilidade durante a aplicação de defensivos agrícolas e garantir a sustentabilidade do agronegócio.

“O objetivo principal do Programa de Aplicação Responsável é apresentar aos agricultores os conceitos de boas práticas na aplicação de defensivos agrícolas, além de conscientizar e incentivar a adoção destas iniciativas, a fim de otimizar recursos, reduzir o impacto no meio ambiente e prover maior sustentabilidade para o agronegócio”, comenta a coordenadora de Boas Práticas Agrícolas da Dow AgroSciences, Ana Cristina Pinheiro. “A ideia é melhorar a eficiência da tecnologia de aplicação por meio da correta manutenção dos pulverizadores, da escolha criteriosa do tamanho de gotas e do volume de aplicação e da verificação das condições climáticas no momento das aplicações, ajudando o produtor a otimizar suas operações, reduzindo perdas e melhorando sua produtividade”, complementa.

O investimento em tecnologia e educação está dentro dos objetivos da empresa que foca na importância dos treinamentos para a capacitar e disseminar as melhores recomendações por meio de práticas integradas em todas as etapas do processo de cultivo e produção. A meta planejada para 2016 prevê 250 treinamentos com capacitação de cerca de 5 mil agricultores, técnicos e operadores de pulverizadores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *